Estava escuro... tinha medo... mas fez-se luz, iluminava-me e a tudo o que me rodeava. Era eu, foi o que aconteceu quando me descobri a mim próprio!

terça-feira, julho 17, 2007

SER ou não ser...


Quem se demite de SER, acaba por ser aquilo que os outros permitem ou querem que seja. Transforma-se num espelho daquilo que não é, criando um vazio em si.

1 comentário:

Ivete disse...

Hummm... Isso é séríssimo... Um grande abraço!