Estava escuro... tinha medo... mas fez-se luz, iluminava-me e a tudo o que me rodeava. Era eu, foi o que aconteceu quando me descobri a mim próprio!

sábado, maio 05, 2007

Só e abandonado...

Quando na tua vida te sentires só, triste, desacompanhado e esquecido lembra-te que há alguém que está sempre contigo e que é muito importante: TU!

Quando fores capaz de te conhecer e aceitar plenamente, compreenderás e verás muita coisa mudar. Sorrirás sozinho do nada, alegrar-te-ás contigo próprio.

Verás que a tua individualidade é maravilhosa, embora vivas em inter-relação com os outros o que é fundamental, não és dependente de ninguém.

1 comentário:

liliana disse...

Gostei, gostei e gostei.
Talvez ainda tenha gostado mais, mas vou tentar dize-lo de outra forma.
Pegando num outro coment, e numa resposta tua, vejo que, realmente, as vezes, nos tornamos mais parecidos uns dos outros do que o suposto.
Concluo que tal aconteça porque somos seres humanos e porque de um modo, ou de outro, acabamos por ter os mesmos problemas em versões diferentes, porque os vemos como o MEU poblema.
Acho este texto, é realmente, muito simples, muito sincero e muito verdadeiro.
Ao lê-lo consegui ver o meu reflexo, o que fora outrora, o que não conseguia ser, e o que hoje me tornei.
obrigada=D