Estava escuro... tinha medo... mas fez-se luz, iluminava-me e a tudo o que me rodeava. Era eu, foi o que aconteceu quando me descobri a mim próprio!

terça-feira, março 27, 2007

Por quem... a ti!


Quero ser leve pena, ao sabor do teu vento.

Aquece-me com o teu Amor,

Como chocolate quente no Inverno,

Banho quente em dia gelado.


Solta-se o beijo que não queres receber,

Preciso de te o dar, deixa-me viver,

A minha vida sem ti.

Trazes-me dor e sofrimento, ao rejeitares quem sou,

Olhas-me com desdém, também sou pessoa.


Olho o horizonte, com temor e esperança

Temor da tua frieza, esperança no meu amor

Que um dia possas descobrir o amor que sinto,

Onde quer que estejas, por quem quer que seja

Então perceberás o que vivi por ti.


Mas agora parte, vai e volta apenas quando tiveres descoberto o Amor em ti!

1 comentário:

Dark@ngel disse...

se tens o coração cheio de amor para dar, dá a quem o kiser receber e a kem o mereça..........caso contrário não valerá a pena!!
"sonha com a vida, mas não percas a vida por um sonho"
não temas o orizonte por ser desconhecido, acredita nele e no caminho que escolhes para lá chegar!!