Estava escuro... tinha medo... mas fez-se luz, iluminava-me e a tudo o que me rodeava. Era eu, foi o que aconteceu quando me descobri a mim próprio!

segunda-feira, outubro 02, 2006

O mistério do corpo

Escondei e envergonhei-vos do vosso corpo. Que não haja nenhum homem ou mulher que veja o corpo de outra pessoa do sexo oposto sem ser na intimidade.

Tapai-vos, colocai cortinas, paredes, muros, sim sobretudo muros mentais que vos dividam e afastem da visão pecaminosa do corpo.

Não caíeis na tentação de espreitar, se por algum infortúnio fores posto perante um corpo nu ou semi-nu fechai os olhos. É motivo de embaraço.

Tudo isto que vos digo é para vosso bem, para percorrerdes o caminho da Felicidade sem mácula.

Nem tudo o que Deus criou é para ser visto.

Será que Deus também tem vergonha da sua criação?

11 comentários:

(L)oca disse...

Não! Concerteza que não!
Estas restrições são simplesmente ridiculas...

bastard_o disse...

n m parece q seja ridiculo. s leres para alem do q esta explicito no texto, acho q o principial sentido é o d o homem n deixar banalizar o que é belo, para q o possa admirar a "criação d Deus" no seu esplendor.a questão n é o tapar, mas o destapar sem razao.será isto, ó engraçadinho???

(L)oca disse...

as arvores, os animais não estão tapados...estão ali inteiros para serem devidamente admirados
e não me digas que são criações inferiores

bastard_o disse...

repito q nao leio o texto no seu sentido literal.considero q este se serve apenas d uma imagem para q possamos reflectir e a partir daí retirar uma mensagem mais geral. jamais consideraria todas as espécies que não a humana como uma criações inferiores....basta pensar na minha formação académica ;)

Funny disse...

O que explicito no texto é uma visão comum do corpo humano, em que algumas partes são dignas de se ver e outras não.

Todo o nosso ser é belíssimo e não é por ser visto que perde a sua graciosidade, tal como não é por ser visto que um jardim perde a sua beleza, ou uma cascata o seu encanto.

Trata-se por isso de uma falsa questão moral. Eu orgulho-me de toda a criação de Deus e para mim não faz sentido o sentimento de culpa e vergonha que inibe as pessoas de viverem sem complexos e de forma saudável com o seu corpo e sexualidade.

A questão não é destapar sem razão é antes tapar sem razão!

pandora disse...

o texto fala em esconder algo que faz parte de nós, em termos vergonha dos nossos corpos, como uma espécie de censura. as opiniões acima, apesar de não concordar com tudo o que é dito, são interessantes. Acho que deve haver um meio termo em tudo e o mistério ainda é o que mais nos faz sonhar. quem não gosta de imaginar aquilo que é deixado antever parcialmente e não na sua totalidade? seria a visão da lua tão bela se a vissemos de perto? é a imaginação que leva à sensualidade e ao erotismo. Não acho que alguém deva andar tapado ou escondido. na antiga grécia cultivava-se a beleza e as pessoas não andavam com o corpo escondido, mas sim semi-descoberto, deixando antever formas e orgulho no seu corpo. mas isso era antes do fast-food e dos dias inteiros passados ao computador, e da obesidade infantil.

zeca disse...

Funny meu querido, hihihihihi, és um querido! Tens toda a razão, eu sei que os post são demasiado longos, sempre tive consciência disso. Mas também tenho consciência que só lê quem quer e também sou sincera, não me preocupo com o facto do número de pessoas que os lêem.Isto porque não gostaria que os lessem por ler, se os lerem que os leiam com consciência e com vontade. Afinal, este meu cantinho não existe para encher o meu ego. Mas que SÃO LONGOOOOOOOS SÃO, hihihihihi! Será mania da grandeza? Não, estou a brincar. Obrigada pela tua franqueza, obrigado mesmo. O próximo post vou dedicá-lo a ti, que és um querido. Ah, e eu gosto do teu cantinho. Lá está, consegues transmitir em poucas palavras. Já eu....hihihihihih, manias de zeca

Abracinho do Tamanho do Mundo (pronto, tás a ver, porque não digo só abracinho?hihihihih)

04 Outubro, 2006 10:01

(L)oca disse...

isto sim é interessante...a discussão (saudável) de opiniões dispares, ou nem por isso.
Penso que a frase de Funny a Bold é o resumo da questão, e o exemplo da Pandora sobre os gregos uma optima lembrança.

Ser de Luz disse...

obrigada pelo comentário.E tal e qual tu disses-te no teu comentário , no teu texto só existe perconceito porque as pessoas o fazem assim. Não é Deus que tem vergonha de nós, somos nós que temos vergonha de nós próprios.
Graças a Deus nem todos.bjs

Anónimo disse...

meu migo funny k eu adoro! (desta vez n li só na diagonal!) sabes... eu n acredito k deus tenha vergonha da sua criação.. entao pk raio teria feito o seu proprio filho nascer nuzinho? ... eu axo é k sao as pessoas k "inventam" que o corpo tem maldade e tal e tal. Tb concordo k este texto deve ser lido para além do que lá está! se me faço entender o importante é mesmo não banalizar o corpo. n é ele um templo onde habita o espírito de Deus? e eu acredito k um templo é um local de recolhimento e de introspecção... tb n é preciso usarmos Burkas mas sinceramente n acredito no nú por nada !! acredito no nú se ele tiver um sentido verdadeiro... quer seja o amor entre 2 pessoas, a paixão, quer seja em campanhas de prevenção contra quaisquer tipo de doenças, campanhas de sensibilização... sei lá.. tanta coisa! o importante é destapar os preconceitos e deixarmos de ser púdicos... beijo... adoro-te e obrigada por este cantinho tao rico!

Funny disse...

1 - A nudez é o nosso estado natural;

2 - Não obstante isso e se o sentido verdadeiro for a sensação de liberdade e bem-estar, ter uma vida mais saudável e sem complexos, viver em harmonia com o nosso corpo e com o dos outros, numa relação de respeito mútuo?;

3 - A intimidade e a sensualidade não se perdem, pelo facto de estarmos no nosso estado natural noutras ocasiões;

4 - Claro que não abomino as roupas, mas também não abomino a nudez, que não tem nada de errado.