Estava escuro... tinha medo... mas fez-se luz, iluminava-me e a tudo o que me rodeava. Era eu, foi o que aconteceu quando me descobri a mim próprio!

segunda-feira, outubro 16, 2006

Em criança não sabia, agora sei...

Viajo pelo mundo da imaginação e recordo as histórias de criança, onde criava os meus personagens, transformava-me em quem e naquilo que eu quisesse. Com o passar dos anos fui crescendo e a tendência para viver outras vidas fantasiadas foi diminuindo, afinal havia uma vida bem real com desafios e obstáculos. A imaginação sempre foi fértil em imaginar situações ou histórias, no entanto já não as vivia como se fosse eu, tinha aprendido a separar o imaginário da realidade.


Aceitar e compreender a vida começou a ser um desafio que por vezes ganhava contornos incontroláveis e extremamente complicados de ultrapassar. Cheguei a perceber que há coisas sem explicação que por mais que queiramos não conseguimos mudar ou compreender.


Actualmente descobri que em criança é que tinha razão, sou eu que crio e vivo a minha realidade, as incongruências da vida ganham explicação, o Deus dicotómico revela-se afinal genial e eu sou Feliz.


Isto não é um sonho, eu não estou louco e sim isto está ao teu alcance.

4 comentários:

Carla disse...

Olá tal como prometido passei por cá,obrigada pelo comentário. Deviamos ser crianças não ter medo de sonhar e viver as nossas fantasias, acho que se assim fosse o mundo era mais justo.

Beijocas Grandes

Liv disse...

Ser feliz é isso: acreditar que somos cheios de realidades e sonhos!
E que não é tão impossível assim alcançar a pureza de qualquer criança dentro de nós!!!
A propósito... adorei o seu comentário em meu blog!

amorica valente disse...

seja criança!

delight_wings disse...

"Em todas as pedras que encontrares na vida, guarda-as para mais tarde construires um castelo..."
by Fernando Pessoa