Estava escuro... tinha medo... mas fez-se luz, iluminava-me e a tudo o que me rodeava. Era eu, foi o que aconteceu quando me descobri a mim próprio!

sábado, novembro 11, 2006

A Inspiração das Perguntas

A inspiração nasce dentro do meu coração.

Mas o que é a inspiração, se não a soltar, se não a partilhar.
Nada!

Sou Feliz! Sim, e tu?
O que me faz feliz? Eu, Deus e os outros?
Não passa de um cliché?!
Talvez tenhas razão, mas experimenta conhecer-te fisicamente, espiritualmente, o teu íntimo.
Não sabes como?
Liberta-te de todos os preconceitos, de todos os ensinamentos, faz todas as perguntas, simples ou difíceis,

* Porque comes sentado a uma mesa? Dormes numa cama?

* Porque nos cumprimentamos com um aperto de mão, ou um beijo. Porque é que um beijo na cara é bem aceite e na boca não? Porque não no braço?

* Porque é que és cristão, judeu ou ateu? O que Deus quer? Está correcto tudo o as religiões nos ensinam? O que te diz a tua vivência livre de Deus?

* Temos de viver em apartamentos? Porque não partilhamos, aspiradores, máquina de lavar roupa entre vizinhos, se a maior parte do tempo, estão desligadas? Porque não existem chuveiros comuns numa casa de família com 6 ou 7 pessoas, ou mesmo 3 ou 4?

* Porque temos que memorizar tanta coisa na escola? Porque é que os livros de história contam o mesmo acontecimento de formas diferentes consoante os países?

* Porque usamos sapatos que nos magoam? Porque maltratamos o nosso corpo (má alimentação, tabaco, álcool, drogas, pouco exercício)?

* Porque não dizes bom dia a todas as pessoas com quem te cruzas? Porque não partilhas o teu chapéu com um desconhecido que está à chuva?

* Qual é o teu objectivo na vida? Porque é que existes? O que podes realmente fazer? Podes mudar?

* Porque é que o sexo tem uma conotação tão positiva (fonte prazer, satisfação, alegria) e negativa (pecado, vergonha, mau exemplo) simultaneamente?

* O que tem de errado um rapaz e uma rapariga partilharem o mesmo quarto? Irmãos, amigos ou simples colegas.

* Porque prometemos amar só 1 pessoa e durante a vida toda?

* Suicídio é errado? E se for uma morte lenta gradual com o tabaco?

* ...? ...?

* ...? ...?

Questiona os teus hábitos, as tuas convicções, mas não os abandones de repente, poderia causar o caos, tenta antes encontrar respostas que te convençam, te satisfaçam?

E aprende uma coisa, muitas vezes mais importante do que as respostas, é ter as perguntas!

6 comentários:

(L)oca disse...

uma verdadeira luz na escuridão...

Serei feliz? e não sei que sou?
O que me faz feliz?...

Não o sou assim!mas já tomei consciencia disso...um começo...só falta seguir em frente.

bastard_o disse...

será que vai estar frio o suficiente p andar na rua de nariz vermelho e luvas calçadas (e eventualmente, tu teres que vestir uma camisita de manga comprida...)??

Valverde disse...

.. e porque escreves estes textos onde muitos os possam ler?? ;)
.. na minha opiniao fazes bem ao libertares-te de preconceitos e partilhares com o Mundo os dons com que vives.
é uma excelente forma de seres missionario. Esta luz na escuridão multiplica-se ao ser partilhada.
Força contigo.

delight_wings disse...

Deus fecha portas mas abre janelas...
Através das vivências, e páginas do livro da vida já escritas...pelo queal chamamos de passado...pensamos que estamos condicionados ou limitados através disso...e se repararmos melhor ao nosso redor vamos perceber que se não fossem esses trilhos traçados, não seriamos o que somos hoje...talvez não fariamos essas perguntas...talvez não escrevia este comentário..talvez este blog não tievesse sido crado...
Com os trilhos já traçados percebemos que temos mais trilhos por traçar..mais experiências por experienciar...mais sorrisos por sorrir..mais olhares por trocar..mais emoções por sentir... Entra pela janela que Ele te abriu...sente o vento a bater-te na face..é a Sua presença...sente o sol luminoso, é a Sua encandescência...Sente o que estás a sentir...Abraça-O.

Ivete disse...

De onde te provêm essa sabedoria? É dos livros ou tua própria? Tu colocas em palavras os nossos sentimentos. Como se estivésses realmente em comunhão. És um ser humano comum ou algo mais?

Funny disse...

Olá Ivete.

Durante bastante tempo procurei a sabedoria em livros ou esperava que alguém sabedor e com mestria me iluminasse o caminho.

A verdade é que a morada da sabedoria é no nosso íntimo, e eu estou a começar a descobrir a minha... estou no início. Se bem que para ser verdadeiro e sincero a pouca ou muita sabedoria que eu possa ter, vem-me do mundo, de ti também, pois se somos um, todos nós somos sabedoria.

Se sou um ser humano ou algo mais?
Gostei desta pergunta! :D Todos nós somos mais do que um ser humano no sentido estrito do termo, somos essencialmente seres espirituais, por isso sim neste sentido sou mais do que um simples ser humano. Se temos consciência disso ou não, já é uma questão completamente diferente.

Obrigado pelos teus comentários.