Estava escuro... tinha medo... mas fez-se luz, iluminava-me e a tudo o que me rodeava. Era eu, foi o que aconteceu quando me descobri a mim próprio!

segunda-feira, dezembro 19, 2005

Questionar... para mudar!

Questionar é incomodativo e a mudança normalmente ameaça parte de quem somos ou fazemos. Ameaça hábitos e crenças instalados, por isso muitas vezes opta-se pela não-mudança, pois apesar de não contribuir para a evolução e dinamismo confere um suporte e uma base estáveis. Ou seja, é mais cómodo e simultaneamente mais seguro.

E se a não-mudança for mais perigosa e tiver consequências mais devastadoras do que a mudança para outro rumo que se tem de descobrir e desvendar?

Este é o exacto momento de te questionares sobre quem és, sobre a vida e o mundo. Não penses porém que isto é tão vago e supérfluo que nada podes fazer sobre o rumo da vida dos outros e do mundo, pois não agires, vais ser pior inclusive para ti. Mas não é por medo que deves agir é por AMOR:
1 – Ama-te
2 – Ama os outros

Isto leva a que precises:
1 – Conhecer-te
2 – Partilhares o teu ser e procurares em conjunto com outras pessoas “simples e normais” como tu, desenhar um caminho

Hoje em dia mais do que uma revolução política, económica ou militar urge no mundo uma revolução espiritual (que irá acontecer) e que mudará muita coisa para não dizer tudo. Testa saber se irás fazer parte dela ou se irás apenas assistir.

Questiona e avança rumo à mudança, pois a não-mudança será catastrófica!

4 comentários:

Freddy disse...

Até te respondia a isso tudo mas depois tinha de me enforcar...Esquece...Tou demasiado doente hj!

Saudades da Zona Franca

Funny disse...

Bom... tb n quero q o meu blog seja acusado de suicídio assistido :P :P :P

Freddy disse...

Méri Kristmas do Freddy, do Pingú e da Zona Franca!!!

André disse...

Mto bem. Nada fazer/optar perante os desafios que surgem, embora nao pareça, tambem é uma uma opção. A mais cómoda mas tambem quase sempre a 'não melhor'. Elogio as tuas palavras pela activa consciencia que demonstram do mundo que te rodeia. Um abraço.